Home » Espiritualismo

A evolução continua depois da perfeição

Enviado por on 14/07/2011 – 15:26 17 Comentários
RonAlmog/CC

Há quem ache que Jesus é Deus, porque acredita na inverdade que foi pregada por 1.700 anos chamada “Santíssima Trindade”. De tanto que foi repetida, esta mentira foi transformada em verdade. Vamos, portanto, repetir apenas o que é bom, para alimentar o bem. Não só por palavras, mas principalmente por atitudes.

Jesus não é Deus. A Santíssima Trindade não existe. Deus é único. Os judeus acreditam em Jeová como o Deus único. Eles estão certos, os cristãos é que estão errados. Ele é único e Pai de todos nós. Os muçulmanos estão certos também quando dizem que Alá é o Pai único. Mas todos os cristãos estão errados? Não —nós espíritas já sabemos que Deus é único.

Vocês vão ouvir falar de Jesus como um cara bacana, um cara legal. Pois então quem é ele?

Nós espíritas temos a ele como o maior Espírito que já esteve e ainda está na Terra.

Evolução até na perfeição

— A palavra messias significa “ungido por Deus”. E o que significa isso? Significa que ele já atingiu a perfeição, e não possui mais a probabilidade de errar. E quanto mais ele caminhar na eternidade, mais vai aprender. Só que Jesus já andou alguns bilhões de anos na eternidade, como Espírito perfeito.

— Há outros Espíritos perfeitos que só atingiram a perfeição há alguns séculos —como o Espírito da Verdade, por exemplo. Ele é um “novato” na perfeição. Jesus é muito mais experiente, e tem conhecimentos maiores. O tanto que há para aprender na perfeição é infinito. Então há Espíritos perfeitos muito mais evoluídos que Jesus, e também menos evoluídos que ele.

— A Via Láctea é a nossa galáxia. Fazemos parte do Sistema Solar, o sistema planetário que se organiza em torno do Sol. A cosmologia, a ciência que estuda o espaço, estima que haja pelo menos 200 bilhões de estrelas só em nossa galáxia.

— Jesus é um Espírito perfeito que adquiriu a condição de compreender integralmente a Deus, “ouvi-lo” diretamente. Depois de alguns bilhões de anos que Jesus já era perfeito, Deus chegou a ele e lhe disse: “Tenho um trabalho para você. Está vendo aquela estrela ali? Está vendo aquele monte de matéria circulando essa estrela? Você vai formar ali um planeta para mim. Aceita?” Jesus aceitou o trabalho com alegria. Ele olhou para o pensamento de Deus, e lá já existia toda a “planta baixa” da Terra. Ele então comandou a equipe que formou o planeta, há 4,5 bilhões de anos.

— Veja então o poder de Jesus: formar o planeta, já sabendo de tudo o que aconteceria com ele, porque viu o projeto inteiro da Terra no pensamento de Deus. Ele soube de tudo, desde o início do planeta até o momento em que ele vai desaparecer, daqui a alguns bilhões de anos.

Cristos solares, Cristos galáticos

— O Espírito da Verdade agora está tomando conta da transição da Terra de planeta de Expiação e Provas para planeta de Regeneração. Jesus é o Espírito ordenado por Deus para coordenar toda a evolução da Terra.

— Mas quem constituiu o Sol e o Sistema Solar? Nada na criação de Deus se faz sozinho. Tudo tem o comando de um Espírito da ordem crística, com muitos outros Espíritos ajudando-o. Seja em qualquer dimensão, tudo é feito de acordo com o que é planejado por Deus.

— Há um Cristo, portanto, que materializou o Sol. Há um Cristo que fez a estrela que existia no lugar do Sol, antes do Sol. Depois ele comandou a formação de todo o Sistema Solar. Ele era um Cristo superior a Jesus? Sim, era mais experiente que Jesus.

— Você já pensou no tamanho do Universo? Por isso que o aprendizado vai ao infinito. Pense no poder de Jesus, e imagine o poder do Espírito que projetou nossa galáxia. Este é o nosso futuro —se já temos lampejos do que é a felicidade, imagine o que é ser perfeitamente feliz o tempo inteiro: a eternidade.

Vamos agora responder a algumas dúvidas que você pode ter tido ao saber dessas coisas:

Se só os Espíritos crísticos fazem contato com Deus, nós fazemos com quem?

a) Os Espíritos crísticos compreendem Deus perfeitamente, mas qualquer um de nós pode fazer contato com Deus;
b) Foi isso que Jesus quis em Mateus (6:6) “Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai que vê em secreto, te retribuirá”;
c) Existe alguém que nos ama mais no Universo que Deus?
d) Se ele tem o Supremo Poder e nos ama mais que qualquer outro, não faz sentido ele precisar de intermediários;
e) É nosso Paizão que está mais próximo de nós, e é claro que está mais ao nosso alcance;
g) E este “em secreto” ainda revela com perfeição tanto a Onisciência quanto a Suprema Humildade de Deus;
h) Indica também que, apesar de imaterial, o Pai sempre falará ao coração de cada filho de forma que ele consiga entender;
i) Enquanto ainda não chegamos à perfeição, por todos os sinais e convites ao bem que recebemos na vida;
j) A partir da perfeição, quando, como ele, também formos completamente imateriais, pensamento a pensamento.

E o ateu? Faz contato com Deus?

Sim, claro. Assim como judeus, muçulmanos, hindus. Deus não liga para estas coisas de facções religiosas. Só pensa e trabalha pela felicidade de seus filhos, sem esperar nenhum reconhecimento ou gratidão.

Mas quando faço uma oração, estou falando com Deus, com Jesus, com o santo ou com meu anjo da guarda?

a) Jesus tem uma abrangência maravilhosa —ele é o Espírito responsável por nossa evolução perante Deus;
b) Mas se Jesus, que é criatura, consegue estar tão perto de nós, imagine o Paizão que nos criou!
c) É por causa dessa abrangência infinita de Deus que disse Jesus: “vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes que lho peçais” (Mateus 6:8);
d) Por isso, toda vez que você faz uma oração, seja para agradecer, seja para pedir ajuda ou o que for, quem primeiro ouve você é o Pai;
e) Você reza para Nossa Senhora? Quem ouve é Deus;
f) Você reza para Santo Antônio, pedindo para casar? É Deus quem ouve;
g) E como Jesus tem acesso direto a Deus e também é responsável por nós, “conversa” com Deus e define o que é melhor para nós;
h) Depois disso, Jesus conversa com os Espíritos que lhe auxiliam, dando-lhes a oportunidade de trabalho —é aí que está o papel dos mensageiros de luz e dos anjos da guarda;
i) Quando Chico Xavier falava que somos um cisco ele tinha razão, perto da capacidade que estes Espíritos como Jesus já têm;
j) Mas somos filhos do mesmo Pai, e Deus ama você tanto quanto ama Jesus. Seria justo e correto que ele tratasse dois filhos de forma diferente?
k) Por isso é que precisamos seguir o Evangelho —ele é a Lei de Deus em sua maior pureza, que Jesus, como Espírito puro e perfeito, trouxe para nos dizer como compreendermos de verdade quem é nosso Paizão, tanto quanto ele já compreende.

Quer dizer então que nem preciso virar cristão ou espírita?

a) Claro que não;
b) Você só tem que praticar a lei do amor e da Caridade;
c) Aí então você verá que ser cristão não é imposição, é uma situação, um comportamento;
d) Posso nunca ter ouvido falar de Jesus. Mas se ajudo meu próximo e faço o bem, sou automaticamente cristão.

Psicofonia concedida por Rogério (Espírito) por meio do médium Rosino Caporice, em São Paulo, no dia 23/06/2010, durante comentário do capítulo 12 (Amor e Renúncia) do livro “Boa Nova”, de Humberto de Campos.

17 Comentários »

  • Wilson disse:

    A Fé Racional
    1)Deus é a Inteligência Suprema causa primaria de todas as coisas.
    Essa Inteligência Suprema não tem forma material e nem corporal, como disse o Mestre Jesus, Deus é ESPÍRITO, portanto, a Natureza de Deus é espiritual, podemos dizer que Deus é Luz.
    A Luz Universal ou o Grande Foco de Luz.
    Esse Grande Foco estabeleceu Leis naturais, eternas e imutáveis, e essas leis regulam tudo no Universo material e espiritual, tudo é Perfeição, Sabedoria, Harmonia e Evolução na Obra de Deus ou Grande Foco de Luz.
    Para chegarmos ate Deus só existe um Caminho que é o Aprimoramento Moral e Intelectual, temos que trilhar o Caminho do Bem, das Virtudes, do Amor, da Justiça e da Ciência. A nossa fé tem que ser raciocinada para evitarmos as fantasias e o misticismo, temos que chegar ate Deus é pela Virtude e pela Ciência (elevação moral e intelectual), o Deus bíblico é uma criação humana, o Deus que sente ira, cólera, raiva, manda exterminar povos estrangeiros, pede sacrifícios de animais, vemos que é um Deus que reflete as imperfeições morais do ser humano. Deus criou o homem e o homem criou vários Deuses dentro do seu entendimento moral.
    Uma outra questão importante são os milagres, Deus não faz milagres e nem realiza fatos sobrenaturais, todos os fenômenos espirituais e físicos que observamos no Universo são fenômenos Naturais regulados por Leis naturais e imutáveis, é a falta de conhecimento dessas Leis que criou a idéia mística do milagre e do sobrenatural.
    O Deus bíblico é uma mentira.
    A salvação divina e a condenação eterna é outro erro, Deus não salva ninguém, cada Espirito vai se auto salvar ou se auto punir conforme as suas Obras Morais(pensamentos, sentimentos e atitudes).
    Jesus também não salva ninguém, o que existe é a EVOLUÇÃO do Espirito humano através de múltiplas reencarnações, podemos dizer que o Espirito promove a sua Evolução ou sua desgraça moral, conforme o uso do livre arbítrio.
    Nós somos punidos pelas nossas próprias imperfeições morais e nós somos recompensados pelas nossas próprias Virtudes e elevação moral.
    O perdão divino para nossos erros e faltas, também não existe, é o próprio Espirito faltoso que tem que resgatar seus erros e faltas em futuras reencarnações, Deus não perdoa, por que, Ele não se ofende com os nossos erros, vícios, crimes e faltas, é o próprio espírito faltoso que vai se auto prejudicar gerando para si mesmo sofrimentos morais e matérias, nó somos punidos naquilo que pecamos ( somos punidos pelos nossos pecados ).

    2)As Graças divinas.
    As graças divinas são os favores de Deus, pela Lei de Causas e efeitos, cada Espirito vai colher o que plantou, a cada um segundo as suas Obras. Deus não concede favores e nem privilégios para nenhum espírito, as leis do Criador são IGUAIS para todos os espíritos, não existe espíritos privilegiados, cada Espirito evolui pelo seu próprio esforço pessoal através de varias reencarnações.
    Deus criou todos os Espiritos iguais, simples e ignorantes, sem Conhecimentos e sem Virtudes e todos evoluem pelas reencarnações sucessivas ate se tornarem Espiritos Superiores e Puros.
    Portanto, os Espiritos Superiores de hoje já foram no passado espíritos simples e ignorantes e eles evoluíram como os outros espíritos sem privilégios e sem favores, evoluíram pelo seu próprio esforço pessoal e sua luta.
    O Mestre Jesus o Mestre Buda já foram espíritos simples e ignorantes de evolução primaria, ou seja, eles já foram espíritos inferiores e atrasados e eles já cometeram seus erros e faltas no processo natural da Evolução espiritual.
    Nenhum espírito é criado puro e superior, todos são criados IGUAIS simples e ignorantes, sem Ciência e sem Virtudes, todos percorrem a mesma estrada evolutiva, Deus é Justo e Imparcial e suas Leis são iguais para todos os espíritos.
    Jesus não foi criado perfeito e puro ele foi criado como os outros espíritos simples e ignorantes, Jesus já foi um espírito imperfeito e atrasado, e ele foi evoluindo através de muitas reencarnações, ate se tornar um Espirito altamente Puro e Superior.
    Partimos da impureza para a pureza.
    Uma outra questão, o Mestre Jesus não é o único espírito puro do Universo existe outros Espiritos Puros na Obra Universal, temos que ter uma fé Racional para analisarmos essas questões, muitos espíritas tentam divinizar Jesus como o único espírito puro do Universo.

    • Caro Wilson,
      Muito relevante seu comentário.
      Nosso entendimento segue na mesma linha: a total imaterialidade de Deus é que dá a ele a imutabilidade e a supremacia absoluta. Portanto o mais correto seria dizer que poderia ser definido como algo parecido com a luz.
      É importante também sua visão sobre Jesus. Um Espírito que também foi criado simples e ignorante, que também teve suas dificuldades em sua fase evolutiva similar à nossa, mas conseguiu vencê-las e hoje é nosso Mestre e amigo.
      Acreditamos, Wilson, que esta visão que a fé racional nos traz aproxima Deus e Jesus de nós de uma forma maravilhosa. Eles não são aqueles seres mitológicos, distantes, inalcançáveis! Pela imensa capacidade e caridade que têm, são eles que estão mais próximos de nós, a todo tempo, incentivando nossas virtudes e nosso caminho diário na conquista do “amar o próximo como a si mesmo”.
      Muito obrigado por sua participação, e continue conosco!
      Abraços fraternos,
      Equipe do Blog

  • Helder Carrasco disse:

    Eu entendo o amor que alguns cristãos tem por JESUS. Eu compreendo o quanto algumas milhares de pessoas no mundo admiram o quanto ele foi magnânimo. Mas uma coisa precisa ser esclarecida. Jesus não formou este planeta, participou ativamente de sua formação mas não como o criador deste mundo pois ainda não tem capacidade para isso. Espiritos crísticos que atuam na formação de planetas a partir da vontade de DEUS não possuem mais a capacidade de reencarnar, devido sua altíssima evolução espiritual adquirida a bilhões de anos , não podem entrar em contato direto com os seres reencarnantes do planeta em que criaram, ( capacidade vibratoria inconcebivel pra o ser humano no momento em que se encontra na escala evolutiva ). Eles sempre precisam de um espirito de alta envergadura espiritual que ainda poderia atuar nas faixas vibratorias materiais do planeta criado. JESUS participou ativamente e bem de perto muito antes da formação deste planeta quando foi chamado a encaminhar e orientar aquales que viriam reencarnar na terra quando foram selecionados por suas incapacidades vibracionais no planeta em que viviam a incontáveis milenios atras. Espiritos cristicos existem aos milhares no cosmos, Jesus é um deles mas ainda não tem evolução suficiente para criação de mundos.Ele ruma seguramente para isso. JESUS dentre os 20 bilhões de espiritos que circulam o planeta TERRA nas diverças faixas vibracionais, é o único capaz em evolução para receber orientação do CRISTO PLANETÁRIO. Ele proprio ( JESUS ) se instruiu e se elevou espiritualmente de encarnação em encarnação atraves dos incontaveis anos passados em planetas que com toda certeza não existem mais no ceio do cosmos.
    Seria mais ou menos assim no ( organograma ) espiritual de um mundo sendo criado ou ja criado :
    O CRISTO PLANETARIO— Aquele QUE CRIOU a vida a partir de si mesmo atraves da energia pura ( DEUS A USINA ATOMICA DE INCONTÁVEIS MEGATONS DE PODER ) seria mais ou menos como se o planeta fosse o corpo desse espirito que não possue forma nem perispirito. Mas recebe e dilue a energia de DEUS para os diversos setores da vida.
    (JESUS) O CRISTO RESPONSAVEL POR TODOS OS SERES VIVOS— Aquele que orienta os humanos reencarnantes, os animais, incetos, vegetais enfim tudo que possuem vida e sencibilidade para a vida. É o responsavel pela evolução espiritual destes. É o unico capaz de receber informaões direto do CRISTO PLANETARIO.
    OS TECNICOS SIDERAIS—Espiritos muito elevados que atuam nos diversos setores da vida : São eles…engenheiros siderais, químicos siderais, fisicos siderais, geologos siderais, psicologos siderais, oceanologos siderais, etc…..Cada um sem seu setor.
    OS INÚMEROS IRMÃO DE LUZ QUE ORIENTAM E AJUDAM O BOM ANDAMENTO DOS DESIGUINIOS DO CRISTO JESUS.
    Fora dos orbes planetários existem espiritos muito mais evoluidos como exemplo:
    O CRISTO DO SISTEMA SOLAR COM OU SEM PLANETAS.
    O CRISTO DE UM CONJUNTO DE SISTEMAS SOLARES (Não sei o número de sistemas)
    O CRISTO DE UMA GALAXIA.
    O CRISTO DE UM CONJUNTO DE GALAXIAS ( Não sei o número de galaxias).
    O CRISTO DE UM QUADRANTE NO COSMOS. (A partir disso não nôs foi dado permissão para saber).
    Relatei apenas um pouquinho com exemplo para o nosso entendimento porque a realidade esta muito assima de nosso disso.
    Acabamos de perder os pelos da época em que viviamos nas cavernas. Porem continuamos brutalizados na face da TERRA>

    • Caro Helder,
      Em primeiro lugar, muito obrigado por seu comentário.
      Tendo vivenciado e estudado a Doutrina Espírita já por algumas décadas, temos o dever de aproveitar sua participação para esclarecer que, apesar de respeitarmos esta visão, ela provém de filosofias estranhas ao Espiritismo, notadamente da Teosofia.
      Acreditamos que esta visão religiosa, além de muito mística e pouco científica, tem contribuído para aumentar a descrença que tem tomado nossa época. E para esclarecer nossos argumentos, publicamos um artigo sobre o tema, que você pode ler aqui: “Cuidado com os mitos que nos afastam de Jesus e de Deus“.
      Agradecemos novamente sua participação e oportunidade de esclarecimento, e continue conosco.
      Equipe do Blog

  • Bernardo disse:

    Muito obrigado por criar este tipo de site disponivel a quem quiser apreender mais obrigado por solucionar minhas duvidas amigos!

  • Bruno disse:

    Muito esclarecedor e lindo o texto. Hoje é natal e algumas duvidas veio a cabeça… pensava que Jesus era o topo da evolução, mas não há. Obrigado pelos argumentos esclarecedores… não se sabe quem é o espirito de verdade?

    • Caro Bruno,

      Obrigado por seu comentário e participação.

      “A Gênese” e o Evangelho ajudam a desfazer a confusão de quem acredita ser Jesus o Espírito da Verdade. No capítulo 27 (Predições do Evangelho) do livro de Kardec, item “Anunciação do Consolador”, o codificador cita o Evangelho de João, item 35: “Se me amais, guardai os meus mandamentos —e eu pedirei a meu Pai e ele vos enviará outro Consolador, a fim de que fique eternamente convosco”. Jesus fala claramente em outro Consolador. Em seguida, no item 39, confirma isso: “Jesus claramente indica que esse Consolador não seria ele, pois, do contrário, diria: ‘Voltarei a completar o que vos tenho ensinado’.”

      Analisando o Evantelho de Mateus (27:10-13), quando Jesus diz: “É certo que Elias há de vir, e que ele restabelecerá todas as coisas”. Mas Jesus profere estas palavras depois da morte de João Batista. Ora, se João Batista já havia desencarnado e ele só poderia retornar tomando um novo corpo, e a missão da Doutrina Espírita é restabelecer todas as coisas, nos parece claro que o Espírito da Verdade é João Batista.

      Nossos orientadores espirituais também nos confirmaram esta informação. E o próprio Espírito da Verdade também confirmou —em um primeiro momento tivemos cautela, porém o teor vibratório não nos deixou engano de que a confirmação veio por parte do próprio.

      Agradecemos novamente pela sua participação, e continue conosco!

      Abraços fraternos,

      Equipe do Blog

  • patricia disse:

    Olá, gostei muito do texto! Em relação às orações, sempre acreditei que Jesus fosse um intercessor, um caminho para Deus. O que dizer da frase: “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim”?

    • Patrícia, gratos por seu comentário.
      Existem certas colocações no Evangelho da Bíblia, que precisamos pensar bem a respeito. Nós do Blog dos espíritos, não aceitamos essa afirmação como algo completamente verdadeiro. Vejamos:
      1- Sabemos que Deus envolve sua eterna e infinita criação em seu oceano de amor. Vivemos, então, todos nesse oceano, como os peixes no mar.
      2- Sendo assim, ninguém está mais próximo de nós que nosso Pai. Nem mesmo Jesus.
      3- Ainda, quando perguntaram ao Mestre como orar, ele não disse pensem em mim e orem, mas recolha-se em seu quarto e ore ao Pai.
      4- Com isso, Jesus mostra que o poder supremo está com o Pai e não com ele, caso contrário diria: pensem em mim e peçam.
      5- Ainda que a oração seria sempre algo entre cada um de nós e Deus, e mais ninguém.
      6- Precisamos também levar em consideração, que a ideia de precisarmos de intermediários entre nós e Deus, apenas cria a necessidade de outros intermediários além de Jesus. Veja os santos e ainda, os sacerdotes nas confissões.
      7- A intermediação foi uma das maneiras da Igreja gerar poderes para o sacerdócio.
      8- Existe ainda o aspecto que uma afirmação desta seria muito sectária, pois só Jesus salvaria. Como ficariam os não cristãos? Ninguém se salvará? Como ficaram os milhões e milhões de habitantes da Terra que viveram antes da vinda do Mestre? E a Justiça, Amor, Caridade e tantos outros atributos de Deus? É graças a ela que se criou o “Fora da Igreja não há Salvação”, que Kardec trocou pelo célebre “Fora da Caridade não há Salvação”, e nós colocamos no lugar de Salvação, SOLUÇÃO.
      9- Não há dúvida que Jesus é de longe o mais evoluído ser que cuida de nosso planeta, depois de Deus, e portanto jamais poderia cometer uma atitude sectária.
      10- Temos assim, a certeza que o que o Mestre disse é que ele estava nos trazendo a melhor, mas não única maneira, de evoluirmos para nosso Pai.
      Um grande abraço e continue conosco,
      Equipe do Blog

  • Atafon disse:

    Olá,

    Interessante o blog de vocês, mas como ser humano acredito e desacredito em algumas coisas mas sempre com respeito as opiniões de cada um, no meu entendimento Jesus Cristo seria o criador da nossa galáxia, alguns livros mais atuais incluindo os do Robson Pinheiro dão a entender sobre isso, lógico que é um assunto muito profundo e não teríamos condições de analisar isso encarnados e talvez nem desencarnados, vai da evolução de cada um…mas parabéns pelo conteúdo e vamos conversando mais pra frente.

    Abraço.

    • Caro,

      Obrigado por seu comentário.

      Ao seguir as orientações de Kardec, buscamos sempre a fé racional —trata-se mais de entender para acreditar, do que acreditar ou desacreditar.

      Respeitamos a obra de autores espiritualistas, como Robson Pinheiro, mas preferimos nos ater a autores espíritas, acima de tudo o próprio Allan Kardec e também Chico Xavier. Neste sentido, indicamos a você o artigo “Doutrina Espírita confirma Jesus como criador do planeta Terra“, que pode esclarecer esta e outras dúvidas que porventura permaneçam.

      Mais uma vez agradecemos sua participação, e continue conosco.

      Francisco Madureira, da Equipe do Blog

  • Lorena disse:

    Achei muito interessante todo o conteúdo exposto a respeito de Jesus, mas tenho uma dúvida, eu imaginava Cristo como um espírito superior, pois os espíritos perfeitos não tem mais a necessidade de reencarnar, segundo a escala espírita e o texto retrata que é possível reencarnação na perfeição, então fiquei meio que confusa.

    • Cara Lorena,

      Quem ensina que um espirito perfeito, da ordem Crística não pode encarnar, são as Doutrinas Orientais como o Budismo e o Induísmo.

      Aqui no ocidente, a Teosofia também ensina isto, pois é baseada totalmente nas doutrinas do oriente.

      Mas Emmanuel não deixa nenhuma dúvida sobre ser Jesus formador do planeta Terra em seu livro A Caminho da Luz.

      Isso sem contar, que, no Evangelho (colocar), quando Jesus pergunta a Pedro quem é ele (Jesus), Pedro responde que Jesus é o Cristo o filho de Deus vivo, e o Mestre diz que foi o Pai que o revelou, confirmando ele próprio ser o Cristo.

      Em um artigo que publicamos sobre Teosofia, você encontra uma completa explicação sobre isso. Recomendamos a leitura!

      Estamos sempre ao seu dispor e contamos que continue conosco.

      Rosino Caporice e Equipe do Blog

  • André Loureiro disse:

    Boa noite amigos!
    Gostaria de um esclarecimento de vossas , a escala espírita na pergunta número 100 , menciona 3 tipos de espíritos e suas subdivisões…..
    O mais alto grau que um espírito pode alcançar é o de espírito puro, caso de Jesus, não havendo nenhuma outra categoria dentro desta ordem….
    Em qual obra básica da doutrina , podemos encontrar a denominação espírito Crístico com sua definição?
    Agradeço a compreensão e desejo- lhes fraternal abraço
    André Loureiro

  • EDINEIA MULLER ANKLAN disse:

    E qual a finalidade da nossa evoluçao? Digo, qual o interesse (no bom sentido) de Deus em alcançarmos a perfeiçao? O argumento de ele nos amar aqui seria inválido para mim, venho pensando e quero outra resposta. Qual o interesse de Deus em ter incontaveis almas perfeitas entao? Isso tem tomado minha mente.

    • Prezada Edineia,

      1) Vamos lembrar que Jesus em seu Evangelho nos disse que eramos deuses – (procure em Estudo do Boa Nova, no blog, que está explicado).
      2) Sendo Jesus um espírito perfeito já há muitos bilhões de anos, não pode ficar nenhuma dúvida de que falou a verdade.
      3) Mas se somos deuses, é porque temos todas as qualidades de Deus, e quando aprendermos pela evolução a fazer tudo tão certo quanto ele, tomaremos posse da nossa verdadeira realidade: podermos fazer tudo o que Deus faz.
      4) Para nós, só podemos compreender Deus como nosso criador, se nos fizer melhor que ele, que é o que todo pai e mãe, imperfeitos aqui na Terra, na maioria, desejam a seus filhos.
      5) Mas melhor que Deus é impossível, então, temos que nos contentar em sermos iguais a ele, Deus.
      6) Edineia, esta é nossa incrível e maravilhosa realidade.
      7) Então, quando somos criados, o somos com todas as perfeições (atributos de Deus), mas, temos toda a responsabilidade e trabalho de operarmos por nós mesmos nossa evolução.
      8) Acontece, Edineia, que uma das mais importantes leis que regulam nossa evolução, é a Lei do Livre Arbítrio, que nos proporciona total liberdade de sermos o que quisermos, é claro, com os necessários limites, já que somos os responsáveis pela nossa evolução.
      9) Daí, o amor dele ser apenas um dos infinitos recursos que ele usa para cuidar de todos os seus, também, infinitos filhos.
      10) Como você vê, não há tempo algum para Deus se comportar de forma piegas, dado a seus inimagináveis trabalhos a fazer.
      11) Não estou aqui dizendo que sua atitude é piegas, mas que acho que consegui entender sua dúvida: o quanto é difícil entender todo o pieguismo com o qual as religiões tratam e limitam Deus.
      12) Aprendemos, Edineia, em nosso trabalho a não ter medo de Deus, pois já pudemos entender que ele nunca pode nos castigar.
      13) Assim, não temos nenhuma dificuldade em tratá-lo como nosso igual, pois foi assim que ele nos criou: iguais a ele.
      14) Como nos explicam alguns irmãos com maior sabedoria que nós, os atributos, ou qualidades de Deus são infinitos, o que nos leva a entender que infinitas são as razões pelas quais Deus nos cria.
      15) Reduzí-las apenas ao AMOR, seria tornar Deus mais incapaz que nós, em nosso atual estágio evolutivo.
      16) Então, as razões pelas quais somos criados são infinitas.
      17) Além do amor, que tal acharmos que Deus seria o supremo solitário sem nós? Não seria uma boa razão?
      18) Você pode, Edineia, achar muitas outras que confortem seu coração e sua inteligência, que pela qualidade da pergunta que nos trouxe, não temos nenhuma dúvida que é bastante apreciável.
      Parabéns e continue conosco, enviando suas dúvidas e questionamentos.

      Equipe do Blog

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: