Home » Espiritismo, Estudos, Kardec corrige, Mensagens

Mensagem de Kardec (Espírito) sobre a correção da Codificação

Enviado por on 11/05/2015 – 23:51 6 Comentários
Reprodução

Na manhã do dia 5 de maio de 2015, chegou a público no plano físico da Terra a concretização da última fase da Revelação Espírita, com a publicação do livro Kardec (Em Espírito) corrige “O Livro dos Espíritos”.

Escolhemos a mostarda como símbolo desta nova fase da Revelação pelo seu teor de simplicidade. Jesus não foi o mestre das ideias complexas. Homem simples, dado a conviver com os simples, exemplificou no grão da mostarda o tamanho da fé de que nós, seus aprendizes, poderíamos lançar mão para mover as montanhas de nossa ignorância, de nosso orgulho e de nosso egoísmo para as paragens renovadoras do Reino dos Céus.

Hoje, com a Ciência, sabemos que o Reino dos Céus é todo o Universo. E que somos parte dele. Como entender, porém, a tamanha convulsão que vai pelo mundo, então?

As religiões há muito perderam sua capacidade em responder a esta equação. E o Espiritismo, envolto em seu nascedouro e posterior migração para o Brasil pela mesma mitologia que envolve as igrejas cristãs, terá sua capacidade consoladora também diminuída se não deixar para trás a antiga visão terrorista de Deus. O Deus à imagem e semelhança do homem —este Deus que julga, castiga, humilha e pede culto a si mesmo— não tem mais espaço no coração da civilização atual. Cerimônias, rituais e formalidades também o afastam da simplicidade, do grão de mostarda realmente capaz de tocar corações e transformar o homem para o bem.

Os milhões de Espíritos que encarnarão neste século para completar a transição para o Mundo de Regeneração já trarão erguido, em seus corações, o verdadeiro templo que Jesus mostrou a todos nós: o amor ao próximo, a Caridade. Para eles, mas principalmente para aqueles que ainda sentem-se sedentos de compreender o Amor e a Justiça de Deus na realidade do plano físico, é que endereçamos estas linhas.

Com elas, esperamos atingir a mente e o coração de homens e mulheres de boa vontade, completando a tarefa que Jesus nos concedeu há mais de cinco séculos, que seria implantar sua Doutrina de Amor no Coração do Mundo, e fazer da Pátria do Evangelho o Sol a irradiar a Era do Espírito para o Novo Mundo.

Ainda imperfeitos que somos, pedimos ao leitor a devida compreensão por nossas limitações, na esperança de que nosso óbolo contribua, de coração, em saciar aqueles que buscam a verdade.

Com Deus, Cristo e Caridade,

Allan Kardec/Chico Xavier​
Mensagem psicodigitada pelo médium Francisco Madureira em São Paulo, em 5/5/2015

Leia também

6 Comentários »

  • Cristiano Moura disse:

    Bom dia!

    Sendo Chico a reencarnação de Kardec, quando a mensagem é de Kardec também é de Chico, pois se trata do mesmo espírito. Gostaria de saber quanto a essa historia do “Código” ou “Palavras-chave” que dizem que Chico teria deixado para que fosse confirmada a autoria de suas mensagens após a sua partida?

  • Cristiano Moura disse:

    Outra duvida: sendo o Espírito de Verdade principal orientador (se posso falar assim) de Kardec e sendo o Emmanuel principal orientador do Chico. Seria o Espírito de Verdade e Emmanuel o mesmo espírito?

    • Caro Cristiano,

      Não, o Espírito da Verdade não é o Emmanuel. Por ser preciso esconder de maneira eficiente o fato de ser o Chico a reencarnação do Kardec, foi necessário evitar toda e qualquer comunicação entre os dois, inclusive as personalidades. No livro “Kardec (em Espírito) Corrige o Livro dos Espíritos“, o próprio Espírito da Verdade esclarece esse fato.

      Imagine, Cristiano, se todo mundo soubesse com certeza que nosso Chico fosse a reencarnação de Kardec. Quantas estátuas teriam sido feitas dele ainda em vida? O Chico nunca teria conseguido realizar seu monumental trabalho. Existe ainda o fato, que o trabalho de Kardec na personalidade do Chico, foi feito quase que totalmente no aspecto religioso da Doutrina, aspecto esse que o Kardec não se ocupou muito.

      Porém, se você levar em consideração que nosso Chico só teve quatro anos de estudo, e analisar o incrível conteúdo de seus livros, vai perceber que só com um conhecimento anterior de outras encarnações seria possível, pela intuição, o Chico realizar tão grande trabalho.

      Quanto ao Emmanuel, como pai do Chico (Marcus) em sua encarnação como Públio Lentulus (história contada pelo Emmanuel em Hà Dois Mil Anos), criou uma forte ligação entre eles, que perdurou por várias encarnações, inclusive como o Padre Manuel da Nóbrega (Emmanuel) e José de Anchieta (Chico). Tudo isso gerou uma sintonia muito grande entre eles, sintonia esta que permitiu tal trabalho ao Emmanuel.

      Quanto às três palavras —Deus, Cristo e Caridade— nosso Chico nos disse ter sido um erro que ele cometeu, por receio de haver “uma chuva” de mistificações com seu nome. Infelizmente, não funcionou, pois se você notar, tal “chuva de mistificação”, está acontecendo com aquilo que chamamos de “o Chico disse”. Coisas absurdas, que jamais nosso Chico diria, sendo divulgadas a todo instante.

      Obrigado por sua participação, e continue conosco.

      Rosino Caporice, da Equipe do Blog

  • Cristiano Moura disse:

    Rosino, muito obrigado por sua esclarecedora resposta. Estou engatinhando no estudo da doutrina e confesso que todos os dias tenho o animo renovado estudando estas belas verdades por trás dos livros, textos e palestras relacionadas ao assunto. Com tudo aprendi também que uma resposta, desencadeia em muitas outras perguntas. Minha mente ferve enquanto escrevo. Por isso lhe peço que continue o trabalho deste blog, assim ajudará outros mais que como eu venho beber do maravilhoso conhecimento que a doutrina nos proporciona.

    Meu amigo lhe peço antecipadamente que perdoe, porém preciso perguntar: Quando e, se teremos noticias de Emmanuel nesta nova missão encarnado no Brasil? Acredito que o assunto é rendoso e temos poucas informações a respeito. Será que um post sobre o assunto seria lhe pedir demais?

    Novamente obrigado por sua atenção. Que as bênçãos do Cristo estejam contigo!

    • Caro Cristiano,

      Sua presença em nosso blog, com essa sua vontade real e verdadeira de conhecimento, só nos leva a buscar cada vez mais condições de esclarecimento, trazendo-nos uma verdadeira felicidade. Por isso continuamos sempre, dentro de nossas possibilidades, ao seu dispor.

      Antes de falar sobre o Emmanuel, peço licença para alguns esclarecimentos sobre nosso trabalho no blog. Estamos lançando nele, nosso livro Kardec (em Espírito) corrige “O Livro dos Espíritos”. Procure acompanhar cada capítulo, pois com certeza trará a você muito esclarecimento. Este livro, dentro do atual meio espírita, pode parecer até meio revolucionário. Porém, insista na leitura e coloque suas dúvidas. Na realidade ele conclui a Revelação Espírita. Se vc ler o livro, procure prestar atenção na nova e renovadora ideia que ele trás do Deus Amor. Próximo a ele no blog, tem uma mensagem psicodigitada pelo nosso companheiro Francisco Madureira, e enviada por Kardec. Seria interessante vc ler. Com isso, vc terá uma noção bem melhor do caminho que fomos orientados a tomar pelos nossos orientadores espirituais, dentre eles Kardec.

      Quanto ao Emmanuel, ficamos sabendo pelo Kardec, que ele reencarnou no interior do Estado de São Paulo (não sabemos onde), há mais ou menos três anos, sendo hoje um garoto de dois anos e meio (mais ou menos). Assim que possível, faremos um artigo sobre nosso Emmanuel.

      Há também em nosso blog um artigo demonstrando que nosso Chico Xavier foi a reencarnação de Kardec, colocando várias passagens reencarnatórias dele. Esse artigo já foi acessado por quase 18 mil pessoas. É muito esclarecedor.

      Porém existem algumas ideias campeando no meio espírita que são enganos, para as quais alertamos. Ideias de que:
      1) Nosso Chico não foi Kardec. No artigo indicado vc poderá tirar suas conclusões;
      2) Que o Espírito da Verdade é Jesus. Errado, ele não é Jesus. Na segunda parte do livro A Gênese de Kardec, o codificador deixa bem claro que Jesus e o Espírito da Verdade são pessoas diferentes. Sobre isso também escrevemos um artigo bem interessante, intitulado Jesus, João Batista e o Espírito da Verdade.

      Um grande abraço, e continue conosco.

      Rosino Caporice, da Equipe do Blog

  • Cristiano Moura disse:

    Rosino, mais uma vez, obrigado por seus esclarecimentos.

    Seguirei suas sugestões e estarei atendo ao trabalho no blog.

    Que a luz do Cristo esteja contigo!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: