Home » Espiritualismo, Estudos, Kardec corrige, Manchete

Deus “desce os degraus” para nos ensinar de perto

Enviado por on 09/06/2016 – 08:11
RonAlmog/CC

Um aluno raramente chega sozinho ao conhecimento do professor, é o professor que vai ao aluno, descendo os degraus necessários para se fazer compreender. Se um bom professor faz isso, seria Deus pior que ele? Jesus, como Mestre, nos mostrou isso da forma mais contundente, quando desceu incontáveis degraus desde a Perfeição para encarnar entre nós.

Continuamos publicando os capítulos do livro “Kardec (em Espírito) corrige ‘O Livro dos Espíritos'”, e no trecho de hoje você vai entender por que podemos confiar integralmente em Deus —não de maneira cega e misteriosa, como pregam as religiões, mas de maneira racional e espiritual. Nosso Pai sempre nos ensinará, da melhor maneira, a chegar à felicidade.

CAPÍTULO 23
(leia os capítulos anteriores)

248. O que é Pedagogia?
É a Ciência que estuda a melhor maneira de ensinar.

249. Você quer dizer que Deus é pedagogo?
O melhor que existe.

250. Como assim Deus é pedagogo?
a) Deus não sabe só qual o melhor jeito de ensinar;
b) Ele sabe como ensinar, sempre fazendo o melhor para nós.

251. E o que é o melhor para nós?
Tudo o que ele faz. Por exemplo:
a) Criar-nos simples e ignorantes, para que através da Evolução Espiritual criemos nossa própria vontade, e venhamos a nos divinizar;
b) Dar-nos o livre-arbítrio de sermos o que quisermos, e assim não sermos robôs sem vontade própria.

252. E o que isso tem a ver com pedagogia de Deus?
a) O que você acharia de um professor que, na pré-escola, ensinasse equação de segundo grau?
b) E de um professor que batesse no aluninho por não saber resolver a equação? É melhor nem dizer;
c) Seria Deus pior que tal professor? Claro que não!
d) Ora, se nós, que somos tão imperfeitos, temos o bom senso de respeitar a capacidade de nossas crianças, o quanto não será maior o respeito de Deus pelas nossas incapacidades?

253. Quer dizer que estamos na pré-escola?
Não é bem assim. Veja:
a) Como Deus sempre respeita nossa condição de aprendizado, no início de nossa evolução como Egos (Espíritos propriamente ditos) ele nos manda ensinos bem primários;
b) Conforme vamos passando de ano, ele nos manda ensinos menos primários;
c) Na fase da Mitologia, estamos nos dois primeiros anos do ensino fundamental espiritual;
d) Entre a terceira e a quinta séries, vêm Moisés e os profetas a nos ensinar o Deus Único e os Dez Mandamentos;
e) Entre a sexta e oitava série de nossa evolução espiritual, vem Jesus, com seu divino Evangelho, dando-nos a chave para nossa graduação no ensino fundamental espiritual;
f) Mas na nona série, parte de nós repetiu: distorcemos o Evangelho e o trocamos pela Mitologia;
g) Então vem o professor Espírito da Verdade a nos ensinar de novo o Evangelho e também o que Jesus não pôde em sua época;
h) Se quisermos nos graduar para o ensino médio da evolução espiritual e ficar aqui na Terra no Ciclo de Regeneração teremos que nos esforçar e aprender a praticar a Caridade;
i) Não quer dizer que já sejamos caridosos, mas que tenhamos a firme vontade de ser.

Leia também

254. A pedagogia de Deus ficou clara, mas a sua não. O que é “Ciclo de Regeneração“?
Desculpe nossa falha:
a) Conforme os Egos (Espíritos propriamente ditos) vão evoluindo, a situação social dos mundos vai mudando;
b) Quando o mundo é primário, ocorre o que já explicamos;
c) Após a evolução primária, o mundo passa a ser ou de “Provas” ou de “Expiação e Provas”;
d) Sobre o mundo de Provas não vamos comentar: foi o nosso caso até 18 de Abril de 2010, ao repetirmos várias vezes de ano, por insistirmos na prática de barbáries;
e) Assim, acabamos de passar para o Ciclo de Regeneração, que é aquele onde o bem superará o “mal”, e só ficarão na Terra os Espíritos que estiverem dispostos a se graduar na Lei da Caridade;
f) O Ciclo de Regeneração só será instaurado após as tribulações do período de transição, que se estenderá por este século;
g) Após esse período de transição, viveremos com muito mais paz e tranquilidade, pois a Lei da Caridade será a grande base das leis sociais.

255. É por causa dessa transição que temos todo esse caos no mundo?
Sim. Mas como sabemos que Jesus e o Espírito da Verdade estão no comando desta transição, podemos ficar tranquilos, pois teremos a chance de trabalhar bastante para ajudá-los praticando a Caridade. E no final de tudo, estaremos todos bem.

256. Mas além de pedagogia, você falou algo sobre “descer os degraus”. O que significa isso?
Em palavras bem simples, “nivelar por baixo”.

257. Já estou entendendo que Deus é nosso melhor amigo e companheiro. Mas “nivelar por baixo” não é exagerar?
Eis novamente o mito do Deus inacessível, quando na verdade ninguém é mais acessível que ele.

258. Como então entender que Deus “nivela por baixo”?
a) Nunca confunda nivelar por baixo com baixar o nível;
b) Nivelar por baixo é “descer os degraus” para se tornar compreensível;
c) Pois como alguém que ainda não aprendeu a subir degraus, ou nem escada tem, pode subir?
d) E a escada que nos faz subir os degraus de nossa evolução é a sabedoria;
e) Como adquirir sabedoria, sem conhecimento?
f) Mas, ao mesmo tempo, como usar o conhecimento com sabedoria sem Caridade?
g) Assim, quem desce os degraus o faz pelo pleno sentimento de Caridade e Humildade;
h) Jamais se rebaixa. Só se engrandece;
i) E, além disso, colabora para que a Lei da Mínima Dor se cumpra, pois acelera a evolução dos que o cercam ao passar sua sabedoria;
j) Ninguém fez isso melhor que Jesus, durante todo seu trabalho encarnado entre nós;
k) E como símbolo inesquecível, e para não deixar dúvidas, Jesus lavou os pés dos discípulos para mostrar que, na escada da sabedoria, o maior é aquele que mais serve. E serve sem preconceitos.

259. Jesus “desceu os degraus”? Como assim?
a) Com certeza! Ele foi Humilde e Caridoso a todo tempo;
b) Em todas as situações demonstrou amor pelo próximo;
c) Jamais revidou o mal e perdoou sempre, incondicionalmente;
d) Mostrou que quando damos prioridade à vida espiritual, passamos a depender muito pouco de bens materiais, além de muitos outros importantes ensinamentos.

260. Entendi. Mas ele podia descer os degraus sem se rebaixar, afinal ele era Jesus!
a) Engano seu: tudo o que nos ensinou Jesus, não o fez como o Cristo, mas como um homem comum;
b) É por isso que ele encarnou entre nós. Caso contrário se materializaria e falaria com todos;
c) Portanto ninguém tem que ser Jesus para fazer o que ele fez: temos apenas que ter sincera boa vontade e esforçar-nos por pô-la em prática com confiança no que estamos fazendo;
d) Os seus seguidores mais próximos, como os Apóstolos, não seguiram também seu exemplo?
e) Se assim não fosse, Jesus teria errado e não seria perfeito;
f) Como o grande e maior Mestre de nosso planeta, Jesus só se engrandeceu ao vir até nós;
g) Pois com isto demonstrou o que é Caridade e Humildade, além de mostrar como é que devemos usá-las por amor ao próximo, como ele fez por todos e com todos nós;
h) Pensar que o Mestre se rebaixou é continuar com a mente no egoísmo do Deus Terror.

261. Quer dizer que essa desculpa de que “ele era Jesus” não cola?
Não senhor.

Leia também

262. Ora, então por que é que Jesus ou Deus têm que descer os degraus?
a) Vamos dar um exemplo: você já viu alguma caixa d’água encher de cima para baixo? Não pode, pois é impossível;
b) Você já viu a chuva parar entre a nuvem e o chão? Impossível;
c) Tudo o que não tem base para se apoiar cai, devido à lei da Gravidade;
d) Por isso a caixa d’água só enche de baixo para cima, e a chuva só para quando cai no chão.

263. Ainda não entendi!
a) Com o conhecimento é a mesma coisa: só pode ser obtido de baixo para cima;
b) É preciso começar pelo pouco conhecimento para ter base e chegar ao mais alto;
c) Como a caixa d’água, que começa a encher pelo fundo, até se completar.

264. E a caixa d’água do conhecimento tem boia?
a) Sim, e ela simboliza algo muito importante em nossa evolução: sem a boia, a caixa d’água transborda, e toda água que vazou não pode ser usada e se perde;
b) Com o conhecimento é a mesma coisa: tudo aquilo que supera a nossa capacidade de compreensão é luz que cega, e não nos traz nenhum proveito;
c) A “boia divina” regula com suprema perfeição a dosagem de conhecimento que nos é enviado, para nunca nos cegar.

265. E se eu não tiver quem me ensine?
a) Isso é impossível acontecer, pois Deus, por seus atributos, sempre providencia tudo o que precisamos para o nosso aprendizado evolutivo;
b) É por isso que ele nos manda também seus reveladores, em todas as áreas do conhecimento, para nos ensinar o que não sabemos, e assim possamos evoluir mais depressa.

266. Então quer dizer que Deus dosa o nosso conhecimento sobre as coisas?
a) Sem dúvida, quem melhor que Deus saberia que uma caixa d’água sem boia transborda?
b) Conhecimento fora de hora é inutilidade que transborda e não ensina nada;
c) Qualquer conhecimento que se quer trazer necessita da base de um conhecimento anterior. E esta base só é construída por quem já aprendeu a “descer os degraus”, pois só quem sabe mais pode ensinar quem sabe menos;
d) Entre outras razões, estas são provas de que Deus é eterno e origem eterna da criação, pois só assim haverá conhecimentos para nos dar base à nossa evolução;
e) Quem sabe mais está degraus acima de quem sabe menos;
f) Perceba que cada vez que você lê o mesmo livro, aprende coisas novas;
g) Portanto ensinar da forma correta, descendo os degraus, aperfeiçoa nosso conhecimento;
h) Aprendemos sempre coisas e consequências novas;
i) É através desta “boia moral” que Deus respeita nosso animismo cultural, o que impede que nosso conhecimento extravase e nos prejudique.

267. Poxa, então isso significa que Deus, Jesus e os Espíritos perfeitos estão sempre por perto e dispostos a nos ajudar?
a) É isso mesmo! A não ser em casos de conquistas reencarnatórias, o aluno nunca vai ao professor;
b) Será sempre o professor a ir ao aluno, descendo os degraus necessários para se fazer compreender;
c) E Jesus nos mostrou isso da forma mais contundente, quando desceu incontáveis degraus desde a Perfeição para estar entre nós, no plano físico.

Leia também

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: