Home » Destaques, Espiritualismo, Estudos, Kardec corrige

Parte 5: A revisão de “O Livro dos Espíritos” – Livro Primeiro, Capítulo 3

Enviado por on 01/10/2017 – 19:30
Untitled-1

CAPÍTULO 3 – CRIAÇÃO

(leia os capítulos anteriores)

 

Questão 37

a) A Criação deve ser eterna como Deus, caso contrário ele teria ficado um tempo incomensurável sem fazer nada;

b) Pois, como vimos, ela é uma emanação de Deus, e eterna.

c) Tudo isso já ficou bem explicado.

 

Questão 40

a) Ao contrário do que se pensava na época de Kardec, os cometas não são mundos em via de formação, mas restos de material que sobrou da grande nebulosa que formou o Sistema Solar.

 

Questão 42

a) Hoje sabemos que a Terra tem aproximadamente quatro e meio bilhões de anos;

b) Sabemos também a idade aproximada do universo, que é de treze bilhões e meio de anos;

c) Dizer “ser loucura tentar saber” é uma atitude obscurantista, que só dificulta o nosso conhecimento de Deus;

d) O fato de Kardec perguntar “saberemos”, reforça mais o osbcurantismo da resposta.

e) Sem dúvida, houve forte interferência anímica cultural do médium, na tradução do pensamento do Espírito, ou ainda, desconhecimento do Espírito.

 

II – Formação dos Seres Vivos (em nosso planeta)

Questão 44

a) A resposta desta questão está totalmente incorreta, pois confirma a errônea teoria da geração espontânea;

b) Ainda na questão 540 deste livro, afirma-se que começamos a evolução, como Egos (mônada primordial) no átomo e chegamos até a perfeição (isso aqui na Terra, pois na realidade é bem mais complexo);

c) Esta questão (540) responde de forma simples, que a evolução real é a do espírito, que por sua vez vai aperfeiçoando a matéria, para ter mais capacidade de se manifestar no plano físico;

d) Logo, a vida espiritual é verdadeira, pois, ao contrário da material, não perece nunca;

e) Os espíritos explicaram ainda a Kardec que sem o influxo do pensamento, que vem do Ego (Espírito propriamente dito), o princípio material permaneceria em eterno repouso;

f) Disseram também, que é na matéria inorgânica, que o Ego (no estágio de Mônada) começa a aprender o que é amor, pelas formas de atração que elas têm;

g) E que é na matéria orgânica (com vida) que ela começa a aprender a manifestar o amor, pela atração;

h) Portanto, aqui na Terra, a vida teve início nos seres unicelulares e evoluiu até nós;

i) Tudo isso torna a geração espontânea sem nenhum sentido.

 

Veja mais em Evolução em Dois Mundos de André Luiz.

Nota:

1 – Pelas explicações do Espírito da Verdade, fica claro que, quem forma todos os tipos de matéria são as Mônadas, até a matéria inorgânica (pré-microscópicas).

2 – No reino microscópico, quando começa a gerar a vida orgânica, é, ainda, a Mônada que atua.

3 – Já mais evoluída, a Mônada que já aprendeu a unir Mônadas menos evoluídas, começa a unir Mônadas microscópicas parar formar corpos de maior tamanho.

4 – São Mônadas cada vez mais evoluídas a unir variados tipos de Mônadas menos evoluídas, indo pelo reino vegetal, animal e pré-humano.

5 – Veja, que é o Ego Mônada evoluindo para originar formas de matéria cada vez mais complexas, até se tornar um Ego Humano.

6 – Eis o Ego Humano evoluindo para aprender a usar todos os seus atributos de forma perfeita, atingindo, então, a perfeição.

7 – Na perfeição, o Ego (Espírito propriamente dito) começa a aprender a formar habitats, como planetas, sistemas estelares, galáxias, universos, etc., como gênios siderais. Nesta fase, segundo o Espírito da Verdade, tais gênios siderais têm que organizar e orientar todos os tipos de Mônadas, para gerar seus habitats, gerando nelas a inteligência instintiva.

8 – Depois é a divinização, cuja igualdade com Deus, em poderes e sabedoria, ocorre.

 

Questão 45

Recomendamos também a leitura de Evolução em Dois Mundos.

 

Questão 46

a) O mesmo da anterior.

b) Lembramos ainda que Pasteur explicou bem tudo isso, com a descoberta dos micróbios.

 

Questão 47

a) Novamente o erro da geração espontânea.

 

Questão 48

a) A resposta é sim;

b) Mais ou menos seis a sete milhões de anos, quando evoluímos de um ramo dos primatas.

 

Questão 49

a) Tanto a pergunta quanto a resposta erram com a geração espontânea.

b) Porém, é preciso levar em consideração a relatividade do erro, pois na época de Kardec, a geração espontânea era aceita pela Ciência.

c) Mais uma vez, a interferência anímica cultural do médium, respeitada pelo espírito comunicante.

 

Questão 51

a) No livro A Gênese, Kardec explica que Adão é uma alegoria da Raça Adâmica;

b) Esta raça foi constituída por espíritos que vieram exilados de um planeta na Constelação de Capela;

c) No livro A Caminho da Luz, Emmanuel confirma tudo isso.

 

IV – Diversidade das Raças Humanas

Questão 53

a) Resposta incorreta. A moderna pesquisa genética mostra que surgimos primeiro na África, de um só tronco, e depois nos espalhamos pelo mundo.

b) O que aconteceu, é que devido a problemas climáticos e geográficos, e com a evolução, os hominídeos foram se diferenciando e evoluindo.

c) Também, não há mais como falar em raças, já que o Projeto Genoma provou que só existe, hoje, uma raça: a do Homo Sapiens Sapiens.

Obs: Pulamos o item V e VI do capítulo 3, por acharmos desnecessário fazer qualquer conferência.

 

Leia também

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: